Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Surto de sarampo no Texas ligado a conselho de igreja

Mundo

  • 333

Um surto de sarampo no Texas, que já afetou, pelo menos, 25 pessoas, estará ligado às reservas alegadamente manifestadas pelo líder de uma "mega-igreja" em relação à vacina

Dos casos registados recentemente, 15 têm em comum a Igreja Internacional de Eagle Mountain, no estado norte-americano do Texas, avança um porta-voz dos serviços de Saúde Pública, citado pelo jornal norte-americano USA Today, que se refere à instituição como uma "mega-igreja".

Na origem do surto esteve um visitante que tinha viajado recentemente para um país onde o sarampo ainda não foi erradicado. Os primeiros casos foram diagnosticados há nove dias.

Entre os afetados estão nove crianças e seis adultos, com idades entre os quatro meses e os 44 anos. Pelo menos 12 dos infetados não estavam completamente imunizados. Os outros não tinham os boletins de vacinas que poderiam mostram se estavam ou não imunizados.

O vírus do sarampo é extremamente contagioso e pode sobreviver no ar ou em superfícies até duas depois de uma pessoa infetada abandonar o espaço. O vírus transmite-se, em média, a 90% dos que entram em contacto com uma pessoa infetada. A não que tenham sido vacinados, o que, suspeitam as autoridades, não será o caso dos agora doentes do Texas.

Ainda a 15 de agosto, o pastor da igreja, Terri Pearsons, dizia ter "reservas" sobre as vacinas, mostrando-se particularmente preocupado "com crianças muito jovens que têm casos de autismo na família". Em vez disso, sugeria a ingestão de vitamina D, para reforçar o sistema imunitário. Recorde-se que já mais de 20 estudos não mostraram qualquer ligação entre a vacinação e o autismo.

O sarampo, virtualmente erradicado no Hesmisfério Norte graças aos planos nacionais de vacinação, mata uma em cada mil pessoas infetadas.