Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Suíços indignados com planos para Bungee Jump mais alto do mundo

Mundo

  • 333

Reuters

A ideia de criar condições para ser possível saltar de um penhasco de 250 metros de altura parece boa para o turismo, mas os moradores protestam contra o já chamado "vale da morte"

Uma agência especializada em aventuras ao ar livre acredita que um salto de Bungee Jump de 250 metros - do penhasco Isenfluh, no Vale de Lauterbrunnen, no Sul da Suíça - vai atrair muitos turistas. A concretizar-se, este será o salto mais alto do mundo, depois de o salto da ponte Royal Gorge, nos EUA, de 321 metros ter sido suspenso. Este novo local superaria ainda o de 220 metros na Represa Verzasca - localizado também no Sul da Suíça.

Os moradores é que não estão entusiasmados com a ideia e acreditam que o número de mortes vai aumentar de tal forma que a área ficará a ser conhecida como "vale da morte", podendo mesmo traumatizar os mais novos.

Peter Brawand, um responsável do município, explica que os locais de onde são feitos os saltos, apesar de estarem a quilómetros de distância, permitem a qualquer um ver o que acontece. "Se houver um acidente as crianças que brincam nos jardins vão ver tudo", conclui.

A campanha contra o salto conta também com o apoio da Pro Natura, grupo ambiental suíço, que defende que o plano não se encaixa com o desenvolvimento de turismo na região: "A natureza deste lado do vale já está sob pressão", argumenta Hans Fritschi, membro da Pro Natura.

Actualmente os representantes da empresa têm-se reunido com os moradores da aldeia, numa tentativa de amenizar os receios - que aumentam pelo facto de ao longo de 20 anos terem morrido 30 pessoas a praticar esta atividade na área.