Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Soldado Manning anuncia que vai mudar de sexo

Mundo

  • 333

Bradley Manning fotografado em 2010, vestido de mulher

Reuters

Bradley Manning, o militar condenado a 35 anos de cadeia por divulgar documentos secretos, fez saber esta quinta-feira através do advogado que se considera mulher e que se chama Chelsea

"Encontrando-me numa fase transitória da minha vida, quero que toda a gente conheça realmente quem eu sou", disse Bradley Manning através do advogado que leu uma declaração do militar numa emissão da estação de televisão NBC.

"Chamo-me Chelsea Manning, sou uma mulher", declara o soldado que foi condenado a 35 anos de cadeia. "Querendo seguir o sentimento que tenho desde a infância, quero começar o tratamento hormonal o mais rapidamente possível", diz Manning na declaração lida pelo advogado.

"Peço também que me tratem a partir de hoje pelo meu novo nome", declara.

Quarta-feira, o tribunal militar condenou Manning a 35 anos de cadeia pela divulgação de documentos ao site Wikileaks, naquela que é considerada a maior revelação de documentos secretos da história dos Estados Unidos.

Após o anúncio, o advogado de Manning, David Coombs disse à NBC que o militar, que se encontra preso em Fort Leavenworth, ainda não indicou onde pensa fazer a operação de mudança de sexo.

"Não sei o que vai acontecer com a cirurgia", disse o advogado que espera que a instalação militar onde se encontra Manning lhe conceda o direito de proceder ao tratamento através de hormonas.

"Penso que o mais importante é que ela se sinta bem e que seja a pessoa que ela nunca teve a oportunidade de ser", acrescentou o advogado.