Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

'Sexo, mentiras e vídeo' na estada da seleção espanhola no Brasil

Mundo

  • 333

A Espanha bateu o Uruguai por 2-1 na estreia na Copa das Confederações

Reuters

O estranho caso de um roubo que a FIFA confirma mas as alegadas vítimas desmentem. Uma história que mete pagode, álcool e mulheres

A notícia de que a seleção espanhola de futebol teria sido alvo de um roubo enquanto esteve hospedada num hotel do Recife, Brasil, na semana passada, foi avançada pelo jornal espanhol El Mundo Deportivo. O caso podia ser um vulgar incidente, não fosse o caso de a FIFA confirmar o furto no Golden Tulip Recife Palace - onde os espanhóis ficaram hospedados para a estreia da Copa das Confederações - mas a delegação espanhola negar.

Segundo o site desportivo brasileiro Globoesporte.com, a explicação pode ser relativamente simples: tratar-se-á, literalmente, de uma história de "sexo, mentiras e vídeo". De acordo com a investigação da Globo, a vitória de domingo, 16, sobre o Uruguai terá sido comemorada com uma festa no hotel, que inclui música (tocada ao vivo por uma banda de pagode contratada para o efeito), álcool, mulheres, strip poker e, claro, sexo. Na manhã seguinte, quando as "convidadas" terão deixado o hotel, a delegação espanhola terá dado então pela falta de cerca de mil euros.

O relato dos acontecimentos foi feito ao "El Mundo Deportivo" por um elemento da comitiva espanhola. A notícia, por sua vez, terá dado origem a uma tensa reunião no hotel, com visualização de imagens do circuito interno (que confirmaram a presença de mulheres nos quartos dos jogadores) e posterior acordo entre o estabelecimento e a seleção.