Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Serpente a bordo

Mundo

  • 333

Os passageiros do voo da Qantas entre a Austrália e a Papua-Nova Guiné testemunharam algo completamente inesperado. VEJA O VÍDEO

Vinte minutos depois da descolagem de Cairns, num voo com destino a Port Moresby, uma passageira chamou à atenção dos demais. Esta acreditava ter visto pela janela o que lhe pareceu ser uma cabeça de um animal, a espreitar de uma cavidade ao lado do motor de uma das asas do avião.

A pitão (Morelia Amethistina) de quase 3 metros de comprimento, provavelmente oriunda do matagal que rodeia o aeroporto de Cairns, conseguiu manter-se agarrada durante toda a duração do voo.

Apesar do seu enorme esforço, a velocidade, temperatura, e a pressão resultante da altitude, acabaram por sufocar a cobra.

Para além das marcas de sangue resultantes das múltiplas e violentas pancadas, que se podem ver no filme, a empresa de aviação não registou mais quaisquer danos, declarando o avião pronto para descolagem pouco tempo depois de aterrar em Port Moresby.  

Tendo o conceito de "Serpentes a Bordo" sido mediatizado em 2006 pelo filme (com título homónimo) protagonizado por Samuel L. Jackson; as reações imediatas de incredulidade perante o improvável avistamento do réptil, foram realçadas, conta um dos tripulantes a bordo do Bombardier Q400.