Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sequestrador de Cleveland alega ter sido violado em criança

Mundo

  • 333

Reuters

O FBI descobriu uma carta na casa de Ariel Castro, acusado de sequestro e violação de três mulheres de Cleveland, em que afirma que foi abusado sexualmente na infância e na qual descreve a captura das suas vítimas. O Ministério Público está a analisar o pedido de condenação à morte

Segundo a cadeia de televisão norte-americana CBS, a carta, que terá sido escrita em 2004, indicava que Ariel Castro pensava em suicidar-se.

A missiva foi recuperada pelo FBI, que nos últimos dias tem levado a cabo ações de busca na casa onde Castro manteve cativas Michelle Knight, Amanda Berry e Gina DeJesús, bem como a filha que Amanda Berry teve durante o cativeiro.

Ministério Público analisa pena de morte para acusado de sequestros de Cleveland

O Ministério Público anunciou, entretanto, que está a analisar o pedido de condenação à morte para Ariel Castro, que compareceu quinta-feira, pela primeira vez, no tribunal de Cleveland, no Ohio, com os seus dois irmãos, Onís e Pedro, que também foram presos pela polícia na segunda-feira, por envolvimento no sequestro.

Numa rápida audiência de apenas cinco minutos, Onis e Pedro não abordaram Ariel, que manteve a cabeça baixa durante toda a sessão, trocando apenas algumas palavras, em voz baixa, com a advogada.