Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Prisioneiro conspira morte de Justin Bieber

Mundo

  • 333

Dana Martin

AP

Dana Martin está condenado a pena de prisão perpétua pelo assassinato de uma adolescente de 15 anos em 2000. Agora é considerado responsável por liderar uma conspiração que tinha como objetivo matar o cantor Justin Bieber 

Dana Martin, que tem tatuada na sua perna uma imagem da jovem celebridade, revela que foi o facto de Justin Biber ignorar as múltiplas tentativas de contacto que lhe estimulou os planos.    

Os cúmplices de Martin são Mark Staake, de 41 anos, com quem partilhou outrora a cela na prisão de Las Cruces, no estado de Novo México; e o sobrinho de Staake, Tanner Ruane, de 23 anos.

Alegadamente, Martin tinha um plano que organizou com os seus cúmplices. A ideia era que dois homens (cuja relação com a estrela é incerta) prosseguissem até Nova Iorque onde Bieber estaria prestes a dar um concerto, para presumivelmente assassinar o jovem e o seu guarda-costas. O plano incluía detalhes mórbidos de castração ainda por esclarecer.

O tenente Robert McDonald da polícia do Novo México agradece aos guardas prisionais, atribuindo-lhes os louros de intercetar os planos em questão que se desenvolviam através de chamadas e correspondência escrita, de acordo com a CNN.

Staake foi preso na fronteira do Canadá, por onde este e o sobrinho acabaram por passar devido a um desvio acidental numa saída da autoestrada no estado de Vermont.

Estes estavam presumivelmente a caminho de Nova Iorque.

Ruane pôde seguir caminho, até a investigação avançar ao ponto de o incriminar.

Este foi detido na semana passada.

A polícia do estado de Nova Iorque conta que na quinta-feira passada encontraram as ferramentas e os documentos associados à conspiração (de acordo com as confissões de Martin), enquanto revistavam o carro de Ruane.

Entre as provas estava um desenho de Justin Bieber, tesouras de poda, e os dados sobre os alvos, estes residentes no estado de Vermont.

Justin Bieber atua pela primeira vez em Portugal a 11 de março de 2013.