Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Portugal Telecom acusada de financiar campanha de Lula

Mundo

  • 333

O publicitário brasileiro Marcos Valério, condenado do "caso mensalão" diz que a PT pagou 2,6 milhões de euros

O publicitário brasileiro Marcos Valério, condenado como o executor do "mensalão", afirmou num novo depoimento que a Portugal Telecom financiou o Partido dos Trabalhadores (PT) com 2,6 milhões de euros), durante o Governo de Lula da Silva.

As informações foram dadas por Marcos Valério ao Ministério Público brasileiro, em 24 de setembro, já após sua condenação, e reveladas hoje pelo diário brasileiro "Estado de São Paulo", que informa ter tido acesso direto à transcrição do depoimento.

O pagamento de 7 milhões de reais (2,6 milhões de euros), segundo o depoente, foi negociado diretamente entre o ex-Presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva e o então presidente da Portugal Telecom, Miguel Horta e Costa, no Palácio do Planalto, em Brasília.