Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Portugal em 30º no ranking dos melhores países para se nascer em 2013

Mundo

  • 333

Reuters

Em 2013, mais vale nascer em Israel ou no Kuwait... do que em Portugal. No ranking dos 80 melhores países para se nascer no próximo ano, o nosso surge na 30ª posição, equiparado à Costa Rica

Para chegar à tabela dos melhores países para se nascer em 2013, a Unidade de Inteligência da revista The Economist combinou parâmetros de avaliação subjetiva (como os residentes de cada país avaliam as suas condições de vida, por exemplo), e parâmetros mais objectivos (como o PIB, a esperança média de vida, a taxa de criminalidade ou a estabilidade profissional).

The Economist, que se propõe "medir que país poderá providenciar as melhores oportunidades para uma vida saudável, segura e próspera nos próximos anos" teve também em conta as suas previsões económicas até 2030 (ano em que os bebés que nascerão em 2013 irão atingir a maioridade). 

O total dos 11 indicadores analisados resulta num valor máximo de 10 pontos. Equiparado à Costa Rica, Portugal obteve uma pontuação de 6,92, o que atira o país para a 30ª posição do ranking, liderado pela Suíça, com 8,22. No fim da tabela surge a Nigéria, com 4,74.

Os primeiros 40 países da tabela:

1. Suíça

2. Austrália

3. Noruega

4. Suécia

5. Dinamarca

6. Singapura

7. Nova Zelândia

8. Holanda

9. Canadá

10. Hong Kong

11. Finlândia

12. Irlanda

13. Áustria

14. Taiwan

15. Bélgica

16. Alemanha

16. Estados Unidos da América

18. Emiratos Árabes Unidos

19. Coreia do Sul

20. Israel

21. Itália

22. Kuwait

23. Chile

23. Chipre

25. Japão

26. França

27. Grã-Bretanha

28. República Checa

28. Espanha

30. Costa Rica

30. Portugal

32. Eslovénia

33. Polónia

34. Grécia

35. Eslováquia

36. Malásia

37. Brasil

38. Arábia Saudita

39. México

40. Argentina 

(Veja aqui a tabela completa, incluindo as pontuações atribuídas a cada país: http://www.economist.com/news/21566430-where-be-born-2013-lottery-life )