Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Pode o reflexo de um arranha-céus derreter carro estacionado?

Mundo

  • 333

O britânico Martin Lindsay estacionou o seu Jaguar perto de um arranha-céus, uma hora depois voltou e encontrou o carro com partes derretidas. Os estragos foram avaliados em 1182 euros

Em Londres, um conjunto de novos arranha-céus terá contribuido para derreter partes de um Jaguar. O empresário Martin Lindsay alega que estacionou a sua viatura perto do arranha-céus e que, uma hora depois, quando voltou, encontrou um dos espelhos laterais, um dos puxadores das portas e outras partes do veículo derretidos, estragos avaliados em cerca de 1182 euros.

A equipa de desenhadores do edifício em causa, reconhecem a existência de um problema com o reflexo dos raios solares, sobretudo na sequência da posição do sol nesta altura do ano. Os responsáveis pelo prédio dizem que o problema ocorre por um período de aproximadamente duas horas por dia e prometem ter uma resolução no espaço de duas a três semanas.

Os responsáveis pelos arranha-céus também já assumiram as responsabilidades e vão pagar os danos causados ao Jaguar de Martin Lindsay. O edifício em causa é apelidado de "Walkie Talkie" e tem 37 andares. Localiza-se na Fenchurch Street, em Londres.