Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Paramédico continua a reanimar vítima de enfarte enquanto sofre... um enfarte

Mundo

  • 333

O paramédico norte-americano Joseph Hardman estava a efetuar as manobras de reanimação cardíaca a um homem que tinha sofrido um enfarte quando sentiu todos os sinais inequívocos de que ele próprio estava a ter um ataque cardíaco

Nalgumas pessoas o instinto do dever fala mais alto do que de conservação. Será o caso deste paramédico de Detroit, EUA, que continuou a efetuar uma massagem cardíaca no peito de uma vítima de enfarte, apesar de estar ele próprio a sofrer um. 

Foi na última sexta-feira: Hardam transportava de ambulância uma vítima de ataque cardíaco para um hospital quando sentiu "uma espécia de explosão súbita" no peito. A experiência disse-lhe imediatamente o que se estava a passar, conforme contou à CBS de Detroit. Soube mais tarde que teve um tipo de enfarte conhecido como "fazedor de viúvas", tal o seu potencial fatal. Valeu-lhe o estar no segundo sítio mais seguro do mundo para ter um ataque cardíaco: uma ambulância a caminho do hospital. 

O colega paramédico que seguia também a bordo acabou por conseguir manter os dois com vida até chegarem. Tanto Hardman como o seu paciente levaram "stents" nas artérias e estão a recuperar em camas próximas.