Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Papa Francisco reforça punições por crimes de pedofilia

Mundo

  • 333

O Papa Francisco reformulou o Código Penal do Vaticano onde instituiu condenações mais severas em crimes de pedofilia e introduziu o crime de tortura

A reforma do Código Penal da Cidade do Vaticano foi aprovada hoje pelo Papa. Trata-se de uma medida do pontífice - que em Abril falou publicamente sobre os abusos sofridos por milhares de crianças - que tem como objetivo impedir os abusos de menores, entre eles a prostituição, a violência sexual e a pornografia infantil.

Além desta reforma, o Papa argentino também prevê que se venham a julgar "crimes cometidos contra a Santa Sé". No entanto, a pena de morte será substituída por uma condenação que pode oscilar entre os 30 e os 35 anos.

Com esta nova legislação, o Papa Francisco também apela à paz e à segurança - esta reforma do Código Penal contém novas leis contra os crimes de guerra, contra qualquer forma de discriminação racial e contra a tortura e crimes desumanos.

"Atualmente o bem-estar comum está cada vez mais ameaçado pela criminalidade transnacional e organizada devido ao uso inapropriado do mercado, da economia e do terrorismo", declara o Papa Francisco numa introdução à nova reforma do Código Penal.

A nova lesgislação só irá entrar em vigor no dia 1 de Setembro.