Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Nuvem tóxica em fábrica alemã obriga a evacuar 1.800 pessoas

Mundo

  • 333

Uma nuvem de gás tóxico libertada após um acidente numa fábrica em Bad Fallingbostel, no norte da Alemanha, levou hoje as autoridades locais a evacuar a zona, retirando cerca de 1.800 moradores e 250 trabalhadores

As autoridades da zona, no estado da Baixa Saxónia, decretaram um "alerta de calamidade" e peritos de uma equipa especial de combate a este género de acidentes acorreram ao local, com aparelhagem pesada.

Num dos tanques da fábrica da Kraft Foods foram misturados erradamente ácido nítrico e lixívia, na segunda-feira, o que provocou uma subida anormal da temperatura, e gerou a nuvem tóxica.

Um porta-voz da empresa explicou à agência noticiosa espanhola EFE que, além do perigo da nuvem tóxica, o depósito onde se encontram as substâncias químicas pode rebentar.

Os bombeiros disseram que a temperatura atingiu os 100 graus centígrados, o que faz supor, de acordo com um porta-voz, que a reação no interior do estava a derreter as respetivas paredes duplas de fibra plástica, e a deixar sair a mistura de ácido e lixívia.

Os bombeiros estavam na fábrica com numerosos efetivos, e um grupo de cerca de 20 especialistas estava a estudar formas de arrefecer o tanque, e de bombear a lixívia.

A medição de gases na atmosfera levou as autoridades a evacuar as casas perto da fábrica, num raio de 500 metros, o que afectou cerca de 1.800 pessoas, abrigadas provisoriamente por familiares ou amigos, ou em tendas montadas no local.

A nuvem tóxica pode ser perigosa se for inalada ou se os componentes entrarem em contacto com a pele, anunciaram os peritos, mas não se registaram feridos.