Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

NSA 'furou' ferramentas que protegem a privacidade na internet

Mundo

  • 333

A Agência de Segurança Nacional norte-americana terá corrompido as ferramentas de segurança da internet que protegem a privacidade das comunicações

A Agência de Segurança Nacional norte-americana terá, alegadamente, corrompido as ferramentas de segurança da internet que protegem a privacidade das comunicações para facilitar atividades de espionagem, informou na quinta-feira o The New York Times.

O jornal avançou esta informação com base nos mais de 50 mil documentos filtrados pelo ex-técnico da CIA Edward Snowden, que trabalhou para a NSA e está asilado na Rússia.

A NSA, segundo o The New York Times, terá usado todos os métodos ao seu alcance, desde a persuasão à colaboração forçada de empresas ao roubo de senhas e alteração de 'software' e 'hardware' para ter acesso a comunicações privadas na internet dentro e fora dos Estados Unidos.

Internautas aumentam proteção

Esta notícia aparece no mesmo dia em que se sabe que a maioria dos internautas (86 %) adotou medidas para proteger a sua privacidade na Internet, como encriptar o correio eletrónico, revela uma pesquisa do Centro de Estudos Pew divulgada na quinta-feira.

Cerca de 59 % dos internautas não acredita, porém, que seja possível garantir que a sua privacidade e dados mais privados possam ser totalmente protegidos na internet.

De acordo com esta pesquisa, cerca de 55 % dos internautas dotaram medidas para que pessoas específicas, governos e outras organizações não possam monitorizar as suas ações na Internet.