Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Nova lei chinesa pune com prisão quem lançar boatos na internet

Mundo

  • 333

A lei foi aprovada esta segunda-feira, dia 9. Quem motivar protestos, inquietações étnicas ou religiosas ou criar falsos rumores na internet pode ser condenado até três anos de prisão

A nova lei chinesa - que visa punir até três anos de prisão os indivíduos que utilizarem a internet como meio de criação de protestos, de inquietações étnicas ou religiosas e de falsos rumores - foi ontem, dia 9, divulgada na China, e recebida com indignação pela população.

Sun Jungong, porta-voz de um tribunal chinês, revelou: "Há pessoas que já foram afetadas e a reação da sociedade tem sido forte", isto porque a internet tem sido a forma que a população cada vez mais utiliza para discutir assuntos políticos e de censura do estado.