Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Neve e gelo deixam Europa num caos

Mundo

Fortes nevões paralisaram este sábado diversos aeroportos europeus, nomeadamente Londres, e bloquearam centenas de automobilistas em estradas na Grã-Bretanha, Itália e França. VEJA A GALERIA DE FOTOS com as imagens da neve por todo o mundo

No aeroporto de Frankfurt, o centro do tráfego aéreo europeu, cerca de 2500 passageiros ficaram retidos na noite de sexta-feira para sábado e 170 voos foram hoje cancelados devido à onda de frio que está a perturbar as rotas aéreas europeias, segundo um porta-voz do aeroporto.

Os dois principais aeroportos do Reino Unido, Heathrow e Gatwick, perto de Londres, onde 840 mil passageiros eram esperados este fim-de-semana, foram fechados, enquanto muitos voos foram cancelados e se registaram atrasos noutros aeroportos.

França regista problemas de circulação no Norte e Oeste, com dificuldades nas autoestradas, comboios e no principal aeroporto do país, Roissy-Charles de Gaulle, as autoridades anunciaram a supressão de 15 por cento dos voos previstos para esta tarde.

Itália teve também um volume pouco usual de neve na região de Toscana (Centro), mas também alguns flocos em Roma, Nápoles e Capri (Sul).

Os voos foram cancelados em Florença (Norte) até às 16:00 TMG (a mesma hora de Lisboa) e pelo menos até às 15:00 em Pisa, onde a Cruz Vermelha instalou camas de campanha.

Em Bruxelas, os voos para Londres, Munique e Amesterdão foram encerrados e outros registaram atrasos, especialmente para Roma.

Na Holanda, cerca de 3000 passageiros passaram a noite de sexta-feira para sábado no aeroporto de Amesterdão, onde dezenas de voos foram cancelados por causa da queda de neve, de acordo com a assessoria de imprensa do aeroporto.

Os transportes ferroviários também foram afetados, nomeadamente a ligação do Canal da Mancha, enquanto as ferrovias no Sudeste da Inglaterra também tinham restringido os seus serviços.

Na estação ferroviária de Florença, essencial para as ligações ferroviárias de alta velocidade entre Milão e Roma, os comboios retomaram a circulação hoje, cerca das 08:30, mas com numerosos atrasos, e cerca de 5000 passageiros foram acomodados no edifício Forteresse de Basso, um centro de congressos nas proximidades.

O frio e a neve provocaram também sérios problemas de tráfego na Eslovénia, Croácia, Montenegro e na Áustria, onde as autoridades elevaram o alerta de perigo de avalanchas nos Alpes.