Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Morreu a outra jovem indiana vítima de violação em grupo

Mundo

  • 333

No mesmo dia que foi notícia o suicídio de uma adolescente de 17 anos, depois de ter sido vítima de uma violação coletiva, os médicos anunciam a morte da outra jovem, que se encontrava a "lutar contra a morte" num hospital de Singapura

A jovem de 23 anos encontrava-se internada num hospital em Singapura, para onde foi transferida na quinta-feira em estado crítico, depois de ter sido violada por vários homens, num autocarro, em Nova Deli.

"A paciente luta contra a morte", tinha declarado horas antes o diretor do "Mount Elizabeth Hospital", de Singapura, num comunicado citado pela agência noticiosa francesa AFP.

Os exames realizados pela equipa médica desde que a jovem deu entrada na quinta-feira naquela unidade hospitalar revelaram "uma infeção nos pulmões e no abdómen, bem como uma lesão cerebral grave", detalhou Kelvin Loh.

A estudante, de 23 anos, cujo nome não foi divulgado, foi submetida a três intervenções cirúrgicas na zona do abdómen desde o ataque de que foi vítima, no passado dia 16 de dezembro.

A jovem foi violada por seis homens a bordo de um autocarro, espancada e atirada para fora da viatura, num caso que tem desencadeado uma onda de protestos de indignação na Índia.