Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Monti recusa proposta de Berlusconi para candidatura de centro-direita

Mundo

  • 333

O primeiro-ministro demissionário italiano, Mario Monti, recusou a oferta de Silvio Berlusconi para encabeçar uma candidatura às eleições legislativas em Itália. Não será candidato, mas aceita governar

O primeiro-ministro demissionário italiano, Mario Monti, recusou hoje a oferta de Silvio Berlusconi para encabeçar uma candidatura de centro-direita às eleições legislativas em Itália, sem esclarecer se se vai recandidatar.

O governante demissionário exprimiu "consternação" face a declarações contraditórias de Berlusconi.

"Estou perplexo com o meu antecessor. Acho que é difícil de seguir a sua linha de pensamento", afirmou Monti durante uma conferência de imprensa referindo-se a Berlusconi, que já disse que será candidato às eleições gerais de fevereiro.

Mario Monti anunciou ainda que não será candidato às eleições legislativas italianas, mas está pronto para liderar um Governo, se for convidado pelo parlamento.

"Às forças que manifestarem uma adesão convicta e credível à minha agenda, estou pronto para dar a minha opinião, o meu apoio, e, se me pedirem, dirigi-los. Estou pronto a assumir, um dia, se as circunstâncias o justificarem, as responsabilidades que me seriam atribuídas pelo parlamento", disse Monti, em conferência de imprensa.

Monti descartou a hipótese de se candidatar, porque diz "não ter simpatia por partidos 'pessoais'".