Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ministro das Finanças do Chipre demitiu-se

Mundo

  • 333

Reuters

O ministro das Finanças de Chipre, Michalis Sarris, demitiu-se esta terça-feira do cargo e vai ser substituído pelo ministro do Trabalho Haris Georgiades

O pedido de demissão já foi aceite pelo Presidente Nicos Anastasiades, referiu o porta-voz presidencial Christos Stylianides. A Presidência cipriota confirmou também que Sarris vai ser substituído por Haris Georgiades. 



Sarris referiu que a decisão foi sobretudo motivada por ter assumido o cargo de presidente do Laiki Bank (Banco Popular), cuja falência foi anunciada no âmbito do plano de plano de resgate internacional dirigido à ilha mediterrânica, que aderiu à União Europeia (UE) 2004 e à zona euro em 2008.

O Governo de coligação cipriota de centro-direita desencadeou hoje uma investigação judicial para apurar os motivos da situação de bancarrota no país antes da negociação do resgate com os credores internacionais. 

No domingo, o chefe da poderosa Igreja ortodoxa de Chipre, Chrysostomos II, tinha apelado à demissão de Sarris e do governador do Banco central, Panicos Demetriades, que considerou responsáveis pelo colapso do sistema bancário na ilha mediterrânica.