Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mais de 8.500 mortes prematuras em quatro cidades devido à poluição do ar

Mundo

  • 333

Getty Images

Os altos níveis de partículas contaminantes no ar em quatro cidades chinesas provocaram este ano 8.572 mortes prematuras, estimam dados da Greenpeace e da Universidade de Saúde Pública de Pequim

No documento são revelados os níveis de poluição das partículas de tamanho PM 2,5 - aquelas com diâmetro menos a 2,5 micras - em cidades como Pequim, Xangai, Cantão ou Xian, as maiores do norte, este, sul e oeste do país, respetivamente.

Segundo o estudo, se as cidades referidas cumprissem os limites estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde, as mortes por inalação destas partículas poderiam ser reduzidas em 81 %, no mínimo.