Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Maduro decreta Natal já em novembro para 'derrotar a amargura'

Mundo

  • 333

O presidente venezuelano levou o ditado "o Natal é quando o homem quiser" um pouco mais longe do que o habitual e decretou mesmo que os festejos da quadra sejam antecipados para novembro, a pretexto de animar os cidadãos do país

Com a Venezuela a braços com uma grave crise social e económica, que já leva à falta de bens essenciais no país, o Presidente Nicolás Maduro decidiu antecipar o Natal para, justifica, "derrotar a amargura".

O sucessor de Hugo Chavez já fez mesmo o seu discurso de Natal, numa cerimónia em Caracas, desejando felicidades "para toda a família".

Para Maduro, a antecipação do Natal "é a melhor vacina para qualquer pessoa que queira criar distúrbios e violência"."Não há nada melhor do que um cântico natalício para alegrar a alma", considerou.