Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Justiça iliba americano que matou alegado abusador da filha

Mundo

  • 333

A casa onde terá ocorrido a tentativa de abuso e a morte

Associated Press

O tribunal considerou que a atitude de espancar até à morte o homem que terá sido apanhado em flagrante a abusar sexualmente de uma menina de cinco anos foi "justificada"

"Sob a lei, a morte é justificada para impedir um ataque sexual", recordou o procurador, anunciando a decisão de um tribunal do Texas de não acusar o pai que espancou um homem, Jesus Mora Flores, até à morte, depois de o ter, alegadamente, apanhado a abusar da filha, de cinco anos.

O episódio ocorreu no último dia 9, em Shiner, Texas.  

Uma testemunha relatou ter visto Flores, mexicano, 47 anos, empregado num rancho que é propriedade do seu "carrasco", a levar a menina, à força, para um local isolado. Os gritos da filha deram o alerta ao pai, que os seguiu, tendo desferido vários golpes da cabeça e no pescoço do agressor. Em seguida, o pai, que não foi identificado, ligou para o 112, pedindo uma ambulância.