Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Justiça considera legal despedimento de mulher por ser "irresistível"

Mundo

  • 333

Pode não ser justo mas, pelo menos no Iowa, não é ilegal. O patrão de Melissa Nelson, uma atraente assistente num consultório de dentista, despediu-a por considerá-la uma "ameaça" para o seu casamento

O Supremo Tribunal do estado norte-americano do Iowa determinou, na sexta-feira passada, que o despedimento de Melissa Nelson, por ser "irresistível", não violou nenhuma lei.

"Não é justo. Não acho certo". A assistente num consultório de dentista não se conforma com a decisão da justiça, que não considerou tratar-se de um caso de descriminação sexual, uma vez que em causa estava o seu patrão considerá-la uma ameaça para o seu casamento.

Melissa Nelson foi contratata em 1999. James Knight, o patrão, alegou em tribunal que pediu várias vezes à funcionária para se vestir de forma diferente, com roupas menos justas.

A mulher de Knight terá descoberto em 2009 que o marido e Melissa trocavam mensagens e terá então exigido o despedimento da funcionária, o que aconteceu efetivamente em 2010.