Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Incêndio num hospital psiquiátrico mata quase todos os doentes

Mundo

Associated Press

Pelo menos 38 pessoas morreram num incêndio ocorrido esta noite num hospital psiquiátrico na região de Moscovo. Dois pacientes levados por uma enfermeira para o exterior serão os únicos sobreviventes

O incêndio deflagrou pelas 03h00 (00h00 em Lisboa), de acordo com a agência espanhola Efe.

A polícia moscovita indicou que o fogo foi causado, aparentemente, por um curto-circuito, no edifício onde estavam 41 pessoas, segundo Oleg Salagay, porta-voz do ministério.

Uma enfermeira conduziu dois pacientes ao exterior, os quais foram reportados como os únicos sobreviventes do sinistro.

A inalação de fumo foi a principal causa de morte, segundo as fontes policiais