Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

'Homem que caiu do céu' intriga polícia britânica

Mundo

  • 333

O retrato criado pela polícia britânica

A polícia ainda não conseguiu desvendar o mistério sobre a identidade de homem que caiu de um avião, em pleno voo, há três meses 

"Eram 7h42. Acordamos com um barulho infernal". Lizzie Calfe relata assim, à BBC, a manhã em que um corpo caiu, literalmente do céu, "aterrando" perto da sua casa, com a rosto desfeito. Até agora, as autoridades apenas acreditam tratar-se de um homem aparentemente com cerca de 20 anos, imigrante ilegal angolano. O jovem teré conseguido entrar num avião, em Luanda, permanecendo escondido no minúsculo compartimento do trem de aterragem até cair, oito horas depois, quando o avião  já se aproximava da cidade de Mortlake, no sudoeste de Londres, rumo ao aeroporto de Heathrow

O "homem que caiu do céu", como ficou conhecido, foi encontrado com os ouvidos cheios de lenços de papel. Como não levava consigo qualquer identificação e ninguém o deu como desaparecido, a polícia tem tido sérias dificuldades em resolver o quebra-cabeças. Como pista, apenas uma tatuagem no braço esquerdo, com as iniciais ZG, que poderá agora ajudar as autoridades angolanas, juntamente com as fotos do corpo e o ADN, identificar o "passageiro clandestino."

Gama Mossi, um angolano que recebeu asilo político da Grã-Bretanha em 2000, explica, também em declarações à BBC, a gravidade do casa: "É muito importante em nossa cultura sabermos de quem se trata, uma vez que, pelas nossas tradições, uma pessoa só está morta quando é enterrada da maneira tradicional. Se ele for enterrado aqui, sem nome nem apelido é como se ele ainda estivesse vivo".