Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Fotojornalista vítima de violação coletiva na Índia

Mundo

  • 333

Reuters

Uma fotojornalista de 23 anos foi violada na passada quinta-feira, 22, na cidade de Mumbai, na Índia. Foi surpreendida por cinco homens enquanto fotografava prédios antigos e ruínas

A vítima de 23 anos foi atacada por um grupo de cinco homens, que abusaram sexualmente dela e espancaram o seu colega de trabalho do sexo masculino, que a acompanhava.

De acordo com Satyapal Singh, comissário da polícia de Mumbai, citado pela BBC, os homens "amarraram as mãos do colega do sexo masculino com um cinto e levaram a jovem para o mato, onde a violaram".

A vítima foi transportada - ainda na quinta-feira à noite - para o Hospital Jaslok, em Mumbai, depois de ter sofrido várias lesões internas. Em comunicado, o hospital garantiu já esta manhã que a jovem "agora está estável".

O caso já está a ser investigado e 35 pessoas foram já detidas pelas autoridades indianas. 

Este é mais um caso de violação colectiva na Índia, que tem vindo a registar um aumento deste tipo de crimes. O mais mediático ocorreu em dezembro de 2012, quando uma estudante também de 23 anos morreu num hospital em Singapura, depois de ter sido agredida e abusada sexualmente num autocarro em Nova Deli.