Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Estudantes indianos inventam roupa interior "anti-violação"

Mundo

  • 333

Três estudantes de engenharia na Índia criaram lingerie que deverá ajudar a proteger as mulheres contra potenciais atacantes

A roupa interior, baptizada com o nome de Armadura Contra a Sociedade, inclui tecnologia GPS para alertar a polícia, e eléctrodos "capazes de dar choques de 3,800kv", que são acionados consoante a pressão aplicada. Manisha Mohan, uma das cientistas por detrás da invenção, esclareceu ainda que "um indivíduo que tente assediar uma rapariga vai apanhar o choque da vida, no momento em que os sensores forem activados".

Uma ligação GPS, conjugada com o transmissor de um telemóvel, avisam os pais da rapariga e as autoridades sobre o local em que o ataque está ater lugar. Os sensores são colocados perto do peito, pois, de acordo com investigações a casos de violação e assédio sexual, essa é a primeira zona do corpo onde as mulheres são atacadas.

Para o grupo de engenheiros que criaram esta roupa interior inteligente, a fonte de inspiração foi a constante ameaça à sua integridade e a morosidade da atuação das autoridades nestes casos. Os cientistas defendem que esta invenção poderá contribuir para a redução do número de violações e assédios sexuais às mulheres, na Índia.