Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Espanhola que queimou violador da filha vai para a prisão

Mundo

  • 333

Reprodução El Mundo

Um tribunal de Alicante determinou que a mulher que queimou vivo o homem que tinha violado a sua filha vai ter de cumprir pena de prisão 

O caso remonta a 2005, quando María del Carmen García regou com gasolina o homem que tinha violado a sua filha, anos antes, e ateou-lhe fogo. Inicialmente a justiça espanhola tinha decretado uma pena de nove anos de prisão, mas o Supremo reduziu a setença por considerar que a mulher sofreu um transtorno mental ao encontrar na rua o violador da filha.

María del Carmen García deverá agora cumprir uma pena de cinco anos e meio. A defesa pedia a suspensão da pena até que o Supremo Tribunal confirmasse ou revogasse a decisão do Governo de recusar o indulto, conhecida no passado dia 19.