Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Egito: Morsi em prisão domiciliária

Mundo

  • 333

O Presidente egípcio deposto, Mohamed Morsi, foi separado dos seus assessores e encontra-se agora em prisão domiciliária, segundo um dirigente do seu partido

Citado pela agência Associated Press, Gehad El-Haddad, filho daquele que é considerado o braço direito de Morsi e porta-voz do partido, explicou que o Presidente deposto está em prisão domiciliária, assim como 12 dos seus assessores.

O chefe do exército do Egito, o general Abdel Fatah al-Sisi, anunciou quarta-feira a deposição do presidente e a suspensão da Constituição, depois de terminado o prazo de 48 horas dado a Morsi para aceitar as exigências da oposição. Os militares tomaram de assalto os media estatais, impedindo a transmissão das televisões operadas pela Irmandade Muçulmana.

O anúncio foi recebido com euforia nas ruas do Cairo e de outras cidades do país, com buzinas, cânticos e fogo de artifício na emblemática Praça Tahir, palco da revolta popular que, em 2011, derrubou Hosni Mubarak. Confrontos fizeram, pelo menos 14 mortos, segundo  a agência estatal Mena.

Durante a transição, até à realização de novas eleições, a presidência fica em mãos do presidente do Tribunal Constitucional.