Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Duas manifestantes morrem atropeladas durante protestos

Mundo

  • 333

Reuters

Duas manifestantes morreram atropeladas esta segunda-feira, em Luziânia, perto de Brasília, durante um protesto que exigia obras no bairro, elevando para quatro o número de vítimas mortais durante as manifestações no Brasil

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, as duas mulheres atropeladas morreram no local, antes de receberem atendimento médico.

O motorista fugiu do local, depois de o seu veículo ter sido incendiado. A polícia informou que o motorista entrou em contato com as autoridades, prometendo apresentar-se em breve.

O protesto contava com cerca de 400 manifestantes, de acordo com a imprensa brasileira, e gerou uma fila com um quilómetro na autoestrada BR-251.

As manifestações no Brasil já causaram outros dois mortos, um jovem atropelado em Ribeirão Peto, no interior de São Paulo, e uma mulher, que teve uma paragem cardíaca após inalar gás lacrimogéneo em Belém, no Pará.

Os protestos começaram no início de junho em São Paulo, exclusivamente contra a subida das tarifas dos transportes públicos, mas estenderam-se a outras cidades no Brasil e de outros países.

A repressão policial às manifestações motivou outras pessoas a protestarem pela paz e pelo direito de manifestação, bem como outras queixas, entre quais corrupção e a falta de transparência.

Em particular, as manifestações criticam os elevados gastos com a organização de eventos desportivos como o Mundial2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, em detrimento de outras áreas como a saúde e a educação.