Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Dois Boeing estiveram a 30 metros de chocar em pleno voo

Mundo

  • 333

Os dois aviões, com mil pessoas a bordo, aproximaram-se perigosamente enquanto sobrevoavam a Escócia, antes de iniciar a travessia do Atlântico, e ainda pioram a situação ao fazer o contrário das instruções da torre de controlo

A tragédia em pleno voo foi evitada por segundos, quando os pilotos dos dois Boeing 747 se viram mutuamente e levaram a cabo manobras para, finalmente, se afastarem. Chegaram a estar a apenas 30 metros de distância um do outro. 

Segundo o Daily Mail, a situação de perigo foi detetada quando os dois aparelhos voavam paralelamente, a 16 quilómetros de distância um do outro, enquanto se preparavam para a travessia transatlântica. Um controlador de tráfego aéreo ordenou ao avião da esquerda que se desviasse para  a esquerda e ao da direita que fizesse o mesmo para a direita, de forma a ficarem mais afastados, mas, por razões ainda não apuradas, os pilotos fizeram precisamente o contrário. Em menos de um minuto, já estavam a menos de 5 quilómetros.

O episódio ocorreu durante o dia, a 23 de julho deste ano, e apesar da investigação em curso desde então não foi ainda possível perceber como é que os quatro pilotos - dois em cada aparelho - ouviram ou interpretaram mal as indicações. A teoria mais plausível é a de que ambos tenham interpretado como sendo dirigidas ao seu avião as instruções do outro.