Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Dezenas de mortos em sismo nas Filipinas

Mundo

  • 333

Reuters

Mais de 150 pessoas morreram na sequência do forte sismo que se registou hoje no centro das Filipinas, uma das mais importantes regiões turísticas do arquipélago, de acordo com um novo balanço das autoridades

MÁSCARA, CAOS E SILÊNCIO - É a primeira sensação e uma espécie de passaporte para uma nova realidade: o momento em que nos colocam a máscara de oxigénioe, na maca, entramos num mundo de caos e de silêncios, onde o medo se confunde com a esperança que nos colocam a máscara de oxigénioe, na maca, entramos num mundo de caos e de silêncios, onde o medo se
1 / 12

MÁSCARA, CAOS E SILÊNCIO - É a primeira sensação e uma espécie de passaporte para uma nova realidade: o momento em que nos colocam a máscara de oxigénioe, na maca, entramos num mundo de caos e de silêncios, onde o medo se confunde com a esperança que nos colocam a máscara de oxigénioe, na maca, entramos num mundo de caos e de silêncios, onde o medo se

moonspell
2 / 12

moonspell

moonspell
3 / 12

moonspell

moonspell
4 / 12

moonspell

moonspell
5 / 12

moonspell

moonspell
6 / 12

moonspell

moonspell
7 / 12

moonspell

moonspell
8 / 12

moonspell

moonspell
9 / 12

moonspell

moonspell
10 / 12

moonspell

moonspell
11 / 12

moonspell

moonspell
12 / 12

moonspell

Pelo menos 100 pessoas morreram na ilha de Bohol, junto do epicentro do sismo de magnitude 7,2, e mais de 50 nas ilhas vizinhas de Cebu e Siquijor, de acordo com a polícia.

De acordo com o Conselho Nacional de Gestão e Redução de Desastres das Filipinas, vários edifícios históricos ficaram danificados com o sismo, entre eles a igreja de Baclayon, em Bohol, uma das mais antigas das Filipinas, e a basílica do Santo Menino, na cidade de Cebu.