Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Como quatro dias na prisão valeram 3 milhões a um jovem americano

Mundo

  • 333

Detido numa operação de apreensão de droga, Daniel Chong nunca chegou a ser acusado, mas ficou quatro dias "esquecido" numa cela, sem alimentos e sem água. Agora, o Estado vai pagar-lhe cerca de 3 milhões de euros

O estudante universitário tinha sido detido - em Abril de 2012 - numa operação de apreensão de drogas juntamente com mais oito indivíduos. Foi informado de que não seria acusado, mas acabou por ficar "esquecido" numa cela de uma prisão em San Diego, EUA, durante quatro dias.

Sem comida nem água, numa cela sem janelas, relata a BBC que o jovem chegou a beber a própria urina para se manter vivo. Daniel Chong conta que durante aquele período teve alucinações e tentou gravar uma mensagem de despedida no próprio braço dedicada à mãe, com os vidros dos óculos que partiu.

O jovem, que acredita ter sido esquecido na cela por engano, gritou várias vezes para chamar a atenção. "Eu não podia sentar-me em silêncio. Dava pontapés na porta e gritava ao mesmo tempo", recorda.

Allison Price, porta-voz da prisão, já confirmou que Daniel Chong irá receber cerca de três milhões de euros pelo incidente.

O advogado da vítima revela, por seu lado, que este episódio levou à introdução de novas políticas de detenção, incluindo a verificação diária das celas e a instalação de câmaras de vigilância no interior das mesmas.

Depois de ter sido resgatado, Daniel Chong - que perdeu sete quilos durante a detenção - passou cinco dias em recuperação num hospital, com sintomas desidratação, insuficiência renal, cólicas e uma perfuração no esófago.