Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Comboio só para mulheres para evitar assédio

Mundo

  • 333

Getty Images

O problema do assédio sexual nos comboios indonésios, durante as horas de ponta, levou as autoridades a criar oito linhas, que ligarão a capital a várias localidades da periferia, com uma característica particular: só entram mulheres

A partir desta segunda-feira, as mulheres indonésias têm à sua disposição um serviço de comboios que lhes é dedicado em exclusivo - a medida encontrada para combater o problema do assédio sexual nas horas de ponta, depois de várias queixas.

Segundo a empresa estatal responsável pelas linhas de ferro, todos os dias, entre as 06h00 e as 18h00, estarão disponíveis oito linhas entre Jacarta e as localidades da periferia Bogor, Depok, Tangerang e Bekasi, nas quais vivem muitos indonésios que trabalham na capital do país.

A iniciativa segue-se ao sucesso da criação, desde agosto de 2010, de carruagens só para passageiras.