Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Catalunha: CiU vence eleições mas fica longe da maioria

Mundo

  • 333

A Convergência e União (CiU) venceu as eleições regionais de domingo, na Catalunha (Espanha) - com 90,34% dos votos escrutinados - mas ficou muito aquém das suas aspirações e integrará um parlamento mais dividido

Ainda assim, o novo parlamento terá uma ampla maioria favorável à consulta à cidadania sobre a independência da Catalunha, formada pelos deputados da CiU, ERC, ICV e CUP -- num total de 86 deputados, ligeiramente aquém dos dois terços (90).

Já na reta final da contagem, a CiU, liderada por Artur Mas - que deverá revalidar mandato como presidente da Generalitat (Governo regional catalão) - ficou longe das suas aspirações a obter uma "maioria absoluta excecional".

Assim, a CiU obteve o apoio de 30,12% dos eleitores, o que lhe confere 50 mandatos, menos 12 que no parlamento anterior e longe dos 68 da maioria absoluta.

A segunda força política continua a ser o Partido Socialista (PSC), ainda que com uma representação bastante mais enfraquecida, com 14,77% e 21 deputados (menos sete).

Segue-se a Esquerda Republicana da Catalunha (ERC) com 13,51% do voto, que duplica a sua representação, de 10 para 20 deputados, e o Partido Popular que regista 13,12% do voto e 19 deputados (mais um).

A Iniciativa Catalunha Verdes obtém 9,99% e 13 mandatos (mais três) e o Ciutadans, consegue 7,71% e nove mandatos, triplicando a sua representação anterior (de três).

Com este escrutínio parcial aparece como estreante no parlamento a Candidatura de Unidade Popular (CUP) com 3,47% e três deputados, desaparecendo a força Solidaritat (SI) que perderia todos os quatro deputados que detinha.