Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Bebé é mantido vivo graças ao viagra

Mundo

  • 333

O escocês Reuben Paxton tem cinco meses de vida e toma quatro doses de viagra por dia - foi a forma encontrada pelos médicos para garantir que o sangue chega em condições aos seus pulmões

A criança nasceu com o estômago, com o intestino e com parte do fígado dentro do peito - devido a uma hérnia diafragmática congénita - um buraco na parede do abdómen - e os seus pulmões não tiveram o espaço necessário para se desenvolverem. Quanto tinha apenas quatro dias, foi submetido a uma cirurgia de sete horas para reposicionamento dos órgãos. Os três meses seguintes foram de luta pela vida, mas Reuben Paxton faz agora uma vida quase "normal" para um bebé de cinco meses. 

"Ele toma quatro comprimidos de viagra por dia. Se não o fizesse, os seus pulmões ficariam comprometidos e não funcionariam da melhor forma e ele não receberia oxigénio suficiente", explica a mãe do menino, Dawn Paxton, em declarações ao Daily Mail.  

Segundo a mãe, o bebé sofre de hipertensão pulmonar - agravada por ter nascido com um coração desviado para o lado errado - e é este medicamento que possibilita que o sangue flua melhor e chegue até aos pulmões.

Dawn Paxton soube que o filho tinha a rara hérnia congénita quanto estava grávida de 20 semanas e os médicos acreditavam que a criança só iria sobreviver algumas horas depois do nascimento.

Quando teve alta, o pequeno Reuben tomava oito medicamentos diferentes. Agora, além dos quatro comprimidos de Viagra, tem de tomar dois anti-refluxo e um suplemento de ferro.