Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Autor do tiroteio no aeroporto de Los Angeles foi um jovem de 23 anos

Mundo

  • 333

Reuters

Paul Anthony Ciancia, de 23 anos e residente em Los Angeles, foi identificado pelo FBI como o autor do tiroteio no aeroporto internacional daquela cidade norte-americana que causou um morto e sete feridos

Paul Ciancia entrou no terminal 3 do aeroporto vestido de negro às 09:20 de sexta-feira (16:20 em Lisboa) armado com uma espingarda de assalto e começou a disparar sobre os passageiros.

Conseguiu passar a zona de controlo e entrar na área de embarque, onde trocou tiros com a polícia, tendo ficado ferido. Foi então detido e levado para um hospital em estado crítico.

A única vítima mortal foi um agente da Agência de Segurança dos Transportes (TSA) norte-americana, de 39 anos, que sucumbiu aos ferimentos no hospital.

Esta foi a primeira vez que um agente da TSA morreu em serviço desde a criação da agência depois dos atentados de 11 de Setembro.

De acordo com o `mayor` de Los Angeles, Eric Garcetti, o atirador tinha planeado um massacre.

"Ele tinha mais de 100 cartuchos de munições para matar todas as pessoas que se encontrassem no terminal", declarou em conferência de imprensa.

As motivações do jovem ainda não foram apuradas. Em comunicado, o FBI considera ser "prematuro comentar" as mesmas.

De acordo com o chefe da polícia do aeroporto de Los Angeles, Patrick Gannon, o atirador terá atuado sozinho.

De acordo com o canal NBC, o atirador tinha ligações com a TSA e visava os seus agentes, informação que não foi confirmada pela agência.

A TSA apenas confirmou que Ciancia não era seu funcionário.

Segundo familiares do atirador citados pelo mesmo canal, Ciancia é originário do Estado de Nova Jérsia e residente em Los Angeles e alegadamente tinha pensamentos suicidas e depressivos.

De acordo com fontes citadas pelo diário Los Angeles Times, os investigadores encontraram uma nota na qual o jovem expressa a sua "deceção com o governo" e que não tinha a intenção de ferir "inocentes".