Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Atentado suicida em Cabul durante visita de secretário da Defesa dos EUA

Mundo

  • 333

AP

Um homem fez-se explodir, esta manhã, no centro de Cabul, a cerca de 30 metros do ministério da Defesa afegão. Um segundo atentado suicida na zona leste do Afeganistão vitimou oito crianças e um polícia na cidade de Khost

Nove civis morreram hoje na sequência de um atentado suicida, já reivindicado pelos talibãs, em Cabul, coincidindo com a visita do novo secretário da Defesa dos Estados Unidos, Chuck Hagel, à capital afegã, indicaram as autoridades.

O atentado à bomba causou ainda 13 feridos, incluindo dois funcionários do ministério da Defesa, acrescentou o porta-voz da polícia de Cabul, Hashmat Stanikzaï, citado pela agência AFP.

Um homem fez-se explodir, esta manhã, no centro de Cabul, a cerca de 30 metros do ministério da Defesa afegão, num atentado já reivindicado pelos talibãs, que acontece numa altura em que o recém-empossado secretário da Defesa norte-americano visita o país.

"Não se tratou de um ataque direto, tendo-o como alvo, mas queríamos transmitir a mensagem de que somos sempre capazes de atingir Cabul, mesmo quando um dirigente de topo da Defesa norte-americana está lá", afirmou Zabiullah Mujahid, por telefone, em declarações à agência AFP.

Um novo atentado suicida na zona leste do Afeganistão vitimou oito crianças e um polícia na cidade de Khost. Segundo fontes oficiais, o ataque visava atingir as forças afegãs e internacionais. 

"Um suicida fez rebentar os seus explosivos numa rua onde se encontrava uma patrulha composta pela polícia afegã e por forças internacionais na cidade de Khost", adianta um comunicado do governo de Khost.