Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

As primeiras declarações de Malala Yousufzai desde que foi baleada na cabeça

Mundo

  • 333

A adolescente paquistanesa de 15 anos, atingida a tiro na cabeça, pelos talibãs, diz que se sente "bem" e "feliz por as duas operações [para resconstrução de parte do seu crânio] terem corrido bem". VEJA O VÍDEO

Depois de ter sobrevivido por escassos centímetros - a bala entrou acima do olho esquerdo e percorreu o maxilar - a jovem paquistanesa, submetida este fim-de-semana a duas intervenções cirúrgicas para reconstruir o "buraco" deixado no seu crânio e recuperar a audição, fala tranquilamente da sua recuperação.

Ainda internada no Hospital Queen Elizabeth, em Birmingham, Malala Yousufzai, ativista pelo direito à educação das jovens paquistanesas, diz sentir-se "bem" e feliz com a forma como decorreram as operações.

"Também consigo andar um bocadinho, consigo falar e sinto-me melhor", contou, acrescentando não sentir que passou "por uma grande intervenção". Mas passou - foram cinco horas para colocar uma placa de titânio no crânio e um implante coclear.

Os médicos estão otimistas e acreditam mesmo que a adolescente não necessite novas cirurgias.