Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Afinal, ainda não é Natal na Venezuela

Mundo

  • 333

A embaixada da Venezuela em Lisboa indicou, esta segunda-feira, que a imprensa confundiu as "boas-vindas" à época natalícia pelo Presidente do país, Nicolás Maduro, como uma antecipação do Natal

Num comunicado enviado à agência Lusa, a representação diplomática começa por explicar que, a 1 de novembro, o Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, "deu as boas-vindas à época natalícia" e participou com os seus ministros no "Pregão do Natal, uma tradição cultural anual, prenúncio do amor, da felicidade e do reencontro da família", num ato que foi mal interpretado.

"Estas boas-vindas à época natalícia parecem ter confundido a maioria dos meios de comunicação nacionais e internacionais, que, no seu empenho por ter 'primícias' [notícias em primeira mão] sobre a Venezuela recorrem ao trilhado hábito de distorcer o discurso do Presidente venezuelano, tirando do contexto as suas palavras e, portanto, informando mal a sociedade", refere a nota.