Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

A moda de dançar na hora de almoço chega a Portugal

Mundo

  • 333

Começou na Suécia, mas rapidamente se alastrou várias cidades europeias: em vez de usar a hora de almoço para, efetivamente, almoçar, os trabalhadores optam por se reunir para dançar. O primeiro evento por cá é já na próxima quinta-feira, no Porto. VEJA O VÍDEO 

A tendência começou em Estocolmo, relata a Associated Press, mas alastrou-se rapidamente a outras cidades europeias: dançar a meio do dia de trabalho, como se de um sábado à noite se tratasse. Depois, é voltar à secretária para a restante metade da jornada laboral.

"É absolutamente fantástico!", garante Asa Andersson, 33 anos, na sua primeira participação num Lunch Beat (ou a "batida do almoço"), como se chama o evento que está a atrair cada vez mais suecos.

O primeiro Lunch Beat aconteceu em junho de 2010, num parque de estacionamento subterrâneo em Estocolmo. Na altura, só apareceram 14 pessoas. Mas divertiram-se tanto que marcaram, desde logo, outro evento. O sucesso que seguiu foi de tal ordem que, atualmente, os Lunch Beats na capital sueca juntam centenas de pessoas. A Estocolmo juntaram-se já, pelo menos, 10 cidades suecas e outras metrópoles na Finlândia e na Sérvia.

O Porto recebe já na próxima quinta-feira, dia 5, o primeiro Lunch Beat, no espaço Maus Hábitos. "Durante a hora de almoço (das 12h às 13h) de um dia normal de trabalho, junta-te a nós e vem dançar, agitando as tuas ideias e injectando energia no teu dia!" é o desafio da organização, na página do Facebook dedicada ao encontro.

A duração dos Lunch Beats é, como se vê, de uma hora. Não há álcool à venda e o dinheiro da entrada serve para pagar o aluguer do espaço e para comprar sanduíches. Afinal, é hora de almoço.