Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Quatro pessoas da mesma família morreram ao tentar tirar uma selfie junto a barragem na Índia

Mundo

(Arquivo)

SAM PANTHAKY/ Getty Images

O país tem o número mais elevado do mundo de mortes ocorridas durante tentativas de tirar selfies

Quatro elementos da mesma família morreram afogados numa barragem, na Índia, no passado domingo, depois de escorregarem para dentro de água enquanto tiravam fotografias. As vítimas tinham 14, 20 (dois deles) e 22 anos. Outro elemento do grupo sobreviveu e conseguiu salvar a irmã, de 15 anos. O acidente aconteceu em Pambar.

"Queriam tirar uma selfie neste sítio da barragem e escorregaram", explicou um responsável da polícia local à CNN. "O nível da água subiu enquanto lá estavam."

Entre outubro de 2011 e novembro de 2017 morreram, a nível global, 259 pessoas por este motivo. Um estudo de 2018 concluiu que a Índia é o país com mais mortes associadas a selfies em todo o mundo, seguindo-se a Rússia, os EUA e o Paquistão. A maioria das vítimas - cerca de 72% - eram homens e com menos de 30 anos.

Conscientes do problema, as autoridades indianas já tomaram medidas, como a implementação de zonas onde é proibido tirar selfies.