Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Embaixador britânico nos EUA demite-se após mensagens polémicas em que criticava Trump

Mundo

Kim Darroch

Niall Carson - PA Images/ Getty Images

Depois da revelação de mensagens em que classificava Donald Trump como “inapto”, “inseguro” e “incompetente” - e do presidente americano ter reagido – Kim Darroch, embaixador britânico, pediu a demissão do cargo

“A situação atual torna impossível para mim continuar a desempenhar o meu papel como eu gostaria” entende Kim Darroch, embaixador britânico nos Estados Unidos desde 2016. A decisão vem no seguimento da divulgação de umas mensagens polémicas que o diplomata terá trocado com algumas pessoas de Londres.

Nestas mensagens, Kim Darroch criticava o desempenho político de Donald Trump, apelindando o atual presidente americano de “inapto”, “inseguro” e “incompetente”. "Não acreditamos realmente que esta Administração se torne substancialmente mais normal; menos disfuncional; menos imprevisível; menos dividida; menos diplomaticamente inapta" escreve o embaixador numa das mensagens.

A reação às mensagens não tardou a chegar. Segunda-feira de manhã, o presidente americano escreveu no Twitter que não conhecia bem o embaixador mas que “não iria mais negociar com ele”. Aproveito para criticar todo o governo britânico pela forma como têm lidado com o Brexit.

Esta quarta-feira, Kim Darroch decidiu colocar um ponto final à polémica e abandonar o cargo de embaixador. Entretanto, no parlamento, Theresa May agradeceu-lhe todo o trabalho efetuado em prol do país e lamenta que o diplomata tenha sido forçado a demitir-se. “Quero que todos os nossos representantes públicos tenham confiança para poder fazer isso [dar opiniões e conselhos sinceros aos outros países]. E espero que reflitamos sobre a importância de defender nossos valores e princípios - particularmente quando estamos sob pressão".