Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

As imagens da tempestade "incomum" de granizo no México que afetou centenas de edifícios e enterrou carros e até camiões

Mundo

As ruas da cidade Guadalajara, no México, ficaram cobertas de gelo, depois de uma forte tempestade de granizo. O fenómeno surpreendeu os residentes da cidade, onde há vários dias as temperaturas ultrapassavam os 30ºC

A cidade mexicana Guadalajara sofreu, este domingo, uma forte tempestade de granizo, deixando várias ruas cobertas de gelo e carros soterrados.

Guadalajara é a terceira cidade mais populosa do México, localizada no oeste do país. A chuva abundante e a queda de granizo são relativamente comuns na região, nesta altura do ano. Contudo, Enrique Alfaro, governador do estado de Jalisco, contou que "nunca tinha visto uma coisa destas em Guadalajara".

"Depois de uma tempestade de granizo incomum em diferentes bairros da Área Metropolitana de Guadalajara, principalmente em Rancho Blanco e na Zona Industrial, o pessoal da Proteção Civil de Jalisco acompanhou a situação desde a madrugada. Em coordenação com o exército mexicano e as autoridades municipais de Guadalajara e Tlaquepaque, o Governo de Jalisco trabalha na limpeza e remoção de granizo na via pública, bem como no apoio aos cidadãos que sofreram danos em suas casas", explicou Alfaro no Twitter.

A tempestade afetou pelo menos seis bairros e o gelo, com cerca de 2 metros de altura, enterrou vários carros e até camiões. No total, 200 casas e empresas sofreram danos causados por granizo, e pelo menos 50 veículos foram varridos pelo dilúvio.

Instagram

As equipas da proteção civil e elementos do exército mexicano já começaram a trabalhar na limpeza das ruas. Segundo as autoridades mexicanas, foram registadas várias inundações, quedas de árvores e duas pessoas apresentaram "sinais precoces de hipotermia".

O governador disse ainda que esteve no local, logo de manhã, para "avaliar a situação", e testemunhou "cenas que nunca tinha visto antes: granizo a mais de um metro de altura". "Ainda nos perguntamos se as mudanças climáticas existem", acrescenta.

CONHEÇA A NOVA EDIÇÃO DIGITAL DA VISÃO. LEIA GRÁTIS E TENHA ACESSO A JORNALISMO INDEPENDENTE E DE QUALIDADE AQUI