Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Morreu I.M. Pei, o arquiteto da Pirâmide do Louvre

Mundo

Marc Riboud/Magnum Photos

O arquiteto americano de origem chinesa morreu esta quarta-feira aos 102 anos. Além de outras estruturas icónicas construídas no século XX, Pei foi o autor da célebre Pirâmide do Louvre

Morreu esta quarta-feira, aos 102 anos, Ieoh Ming Pei, o arquiteto chinês-americano que desenhou, entre outras estruturas, a célebre Pirâmide do Louvre. A notícia foi confirmada pelo filho Chien Chung Pei ao The New York Times.

I.M. Pei nasceu na China mas, em 1935, foi viver para os EUA, naturalizou-se norte-americano e estudou na escola de arquitetura da Universidade da Pensilvânia, chegando a frequentar, posteriormente, a Universidade de Harvard, em Cambridge, Massachusetts.

Em 1948, foi contratado por William Zeckendorf e ficou com a tarefa de supervisionar o projeto de arranha-céus produzidos pela Webb & Knapp, a sua empresa. Em 1955, decidiu criar a sua própria empresa, ao lado de Henry Cobb e Eason Leonard. Em 1983, Peu foi o vencedor do Prémio Pritzker, o Nobel da Arquitetura.

Além de ter desenhado a Pirâmide do Louvre, o arquiteto foi o autor do Edifício Leste da Galeria Nacional de Arte, em Washington, do Museu do Rock and Roll, em Cleveland, e do Museu da Arte Islâmica no Qatar. As Silver Towers, em Nova Iorque, assim como o Banco da China, em Hong Kong, também tiveram a mão de Pei, que deixa agora um legado rico e vasto por todo o mundo.

ASSINE AQUI E GANHE UM SACO. AO ASSINAR ESTÁ A APOIAR O JORNALISMO INDEPENDENTE E DE QUALIDADE – ESSENCIAL PARA A DEFESA DOS VALORES DEMOCRÁTICOS EM PORTUGAL