Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

É isto que vai mudar no Facebook, Instagram e WhatsApp

Mundo

Chris Jackson

No maior evento anual de conferências realizado pelo Facebook, o F8, foram reveladas as novas atualizações do Facebook, assim como do WhatsApp e Instagram, incluindo a polémica ocultação dos "likes" neste último

O Facebook, o WhatsApp e o Instagram vão mudar. No maior evento da empresa, F8, que aconteceu esta semana, foram reveladas as novas atualizações e caraterísticas destas redes sociais, que vão ser lançadas este ano.

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, referiu, na terça-feira, ter consciência de que os utilizadores estavam preocupados com as falhas de segurança e privacidade e que a empresa estava a trabalhar nesse sentido.

Por isso mesmo, algumas das mudanças focam-se na privacidade, ao serem restringidos os conteúdos partilhados e ao incentivar as pessoas e a utilizarem as redes de forma mais pessoal. Outras alterações têm como objetivo melhorar a segurança, passando a existir novas ferramentas de criptografia que pretendem impedir o acesso às mensagens pessoais.

Messenger

No Messenger, esta questão foi muito trabalhada, sendo este serviço criptografado totalmente pela primeira vez, o que vai fazer com que as mensagens enviadas sejam completamente protegidas, garantiu o Facebook.

De acordo com a empresa, a aplicação foi reconstruída a partir do zero, na sequência de um projeto denominado LightSpeed e que pretende torná-la mais rápida no momento de a descarregar. Além disso, está a ser pensada uma nova função para o Messenger, os Amigos Chegados, onde os utilizadores vão poder partilhar mensagens e histórias apenas com pessoas selecionadas por eles (esta função já existe no Instagram).

Facebook

Em relação às atualizações do Facebook, a empresa revelou que o design da rede social vai alterar, sendo que as barras tipicamente azuis vão passar a ser brancas. De acordo com a empresa, a mudança vai acontecer já este ano e vai fazer com que o Facebook se torne mais "simples e rápido".

O Facebook revelou, também, que vai passar a informar os utilizadores sobre quem "gosta" mais de si com o Facebook Dating, a partir de um novo recurso, o Secret Crush. Esta caraterística vai permitir aos utilizadores selecionarem até nove amigos com quem possam vir a ter uma relação. Caso algum desses amigos tenha optado, também, pelo Facebook Dating, vai receber uma notificação a referir que alguém está interessado nele. E, caso essa pessoa a inclua, também, na sua lista de "crushes", o Facebook vai informar as duas partes. Se o interesse não for mútuo, nada será revelado, uma ação semelhante ao que acontece no Tinder.

A empresa afirmou, ainda, que o seu primeiro produto físico será lançado ainda este ano, um dispositivo que vai permitir realizar chamadas de vídeo.

Instagram

Relativamente ao Instagram, as alterações têm a ver com a partilha de conteúdo. A empresa revelou estar a testar um recurso no Canadá que oculta o número de gostos das fotos e vídeos partilhados (mas a que o próprio pode ter acesso), com o objetivo de a atenção ser focada no que é publicado e não no número de likes que se consegue obter.

Além disso, os utilizadores vão passar a poder comprar produtos mesmo na rede social, tocando apenas naqueles que lhes interessam, sem ser necessário ir até ao site da marca. Vão, também, existir efeitos novos e criativos.

WhatsApp

No WhatsApp, a versão de negócios desta aplicação vai permitir, em breve, que os utilizadores falem com as empresas para procurarem produtos sem terem de sair da pataforma. Este recurso pretende atingir pequenas empresas que não tenham qualquer site.

ASSINE AQUI A VISÃO E RECEBA UM SACO DE OFERTA