Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Um dos autores de massacre em escola brasileira publicou fotos armado antes do crime

Mundo

Anadolu Agency/ Getty Images

Um dos atiradores que invadiram hoje uma escola na cidade brasileira de Suzano, matando pelo menos oito pessoas, publicou várias fotos, armado, pouco antes do massacre

Os dois autores do crime foram identificados pela Polícia Militar como sendo Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos.

Na sua conta na rede social Facebook, Guilherme Taucci Monteiro publicou hoje cerca de 30 fotografias, usando uma máscara de caveira, armado e fazendo sinais ofensivos.

O crime aconteceu por volta das 09:40 (12:40 em Lisboa) na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, a cerca de 50 quilómetros da cidade de São Paulo.

A assessoria de imprensa da Policia Militar de São Paulo confirmou que oito vítimas foram encontradas mortas dentro da escola, seis baleados e os dois autores do tiroteio, que se suicidaram em seguida.

Outras duas pessoas foram socorridas, mas não resistiram e morreram no hospital, totalizando 10 vítimas mortais.

A Polícia Militar confirmou que há pelo menos 17 feridos, dos quais 10 foram transportados para os hospitais cidade.

Segundo descrição dada aos jornalistas pelo coronel da Polícia Militar Marcelo Salles, os dois atiradores entraram na escola e dispararam sobre alunos e funcionários.

"Antes de entrar na escola eles atiraram contra o proprietário de uma lava-rápido [de automóveis] aqui na frente. Este senhor [atingido] está sendo submetido a uma cirurgia num hospital. Eles entraram encapuzados na escola e atiraram nos alunos que estavam no pátio e em duas coordenadoras da escola", disse o coronel Marcelo Salles.

O oficial acrescentou que depois dos disparos, os dois atiradores suicidaram-se no corredor.

com Lusa

ASSINE AQUI A VISÃO E RECEBA UM SACO DE OFERTA

  • Brasil: 10 mortos confirmados em São Paulo

    Mundo

    A informação mais recente das autoridades estaduais confirma a morte de 10 pessoas no tiroteio que teve lugar numa escola em Suzano, região metropolitana de São Paulo. Atiradores tinham 17 e 26 anos.