Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cientistas acreditam ter descoberto um novo tipo de orca

Mundo

NOAA

Os animais foram avistados perto da Costa do Cabo Horn, na área mais a sul do Chile, e podem ser "o maior animal ainda não descrito do planeta"

Uma nova espécie de orca pode ter sido descoberta, assim revela a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA). De acordo com a instituição governamental norte-americana, uma equipa internacional de cientistas avistou, no início deste ano, um tipo de orca misterioso e até então desconhecido. Os pesquisadores resolveram, então, realizar pequenas biópsias para perceberem as diferenças entre este grupo e as orcas já conhecidas.

Os animais, descobertos perto da Costa do Cabo Horn, na área mais a sul do Chile, foram denominados "Tipo D". À primeira vista, parecem exatamente as orcas que se conhecem, mas a sua forma de corpo é diferente e possuem uma cabeça mais arredondada e manchas brancas menores e mais estreitas à volta dos olhos.

Em comunicado, os investigadores afirmaram que "as orcas do tipo D podem ser o maior animal ainda não descrito do planeta e uma evidência clara do tão pouco que se sabe sobre a vida nos oceanos".

A Administração Oceânica e Atmosférica Nacional espera, agora, que as amostras de ADN retiradas possam revelar ainda mais informações sobre este animal.

Apesar de só terem sido descobertas este ano, os cientistas sabem da existência destas orcas há mais de 60 anos, assegura a NOAA, que afirma que um grupo delas teria sido levado pela maré até à costa da Nova Zelândia em 1955 e, desde então, a sua existência não teria sido confirmada, com apenas alguns relatos de pescadores locais.

ASSINE AQUI A VISÃO E RECEBA UM SACO DE OFERTA