Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Joshua Trump: o convidado especial do presidente americano que adormeceu durante o seu discurso

Mundo

Alex Wong/ Getty Images

O menino de 11 anos tinha sido convidado por Trump para estar presente no discurso do Estado da União, que decorreu esta terça-feira, devido ao bullying que sofria por causa do nome

Joshua Trump tem 11 anos e, por causa do seu apelido, era vítima de bullying na escola. O menino, que não é parente de Donald Trump, começou a ser insultado em 2015, altura em que o presidente americano anunciou a sua candidatura à presidência dos EUA.

O caso de bullying, que obrigou os pais do menino a retirarem-no da escola durante um ano, chegou até à Casa Branca e Joshua foi, por isso, uma das 13 pessoas especialmente convidadas para estar presente no discurso do State of the Union, que aconteceu esta terça-feira.

O menino marcou, realmente, presença mas o momento tornou-se mas importante do que se esperava. Quando Trump começou a discursar, referindo ser urgente a resolução dos problemas da imigração ilegal nos EUA e afirmando que apenas um muro na fronteira com o México pode garantir a segurança, Joshua Trump passou pelas brasas e as câmaras apanharam exatamente esse momento.

No Twitter, surgiram várias imagens do menino com mensagens que são, também, uma crítica à política de Donald Trump.

Fazendo referência à forma como o presidente americano ocupa 60% do seu "tempo executivo", revelada pelo pelo site de notícias Axios, que afirma que Trump passa mais de metade do tempo a ver televisão, a fazer publicações no Twitter e a falar ao telefone, um utilizador escreveu: "Toda a gente precisa de algum tempo executivo".

Numa outra publicação, escreve-se "Joshua Trump, bem-vindo à resistência" e houve, até, quem já lhe chamasse um herói da resistência anti-Trump.