Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Líder do movimento #MeToo acusada de pagar para abafar caso de abuso sexual

Mundo

ANGELA WEISS

Asia Argento, antiga namorada do chef Anthony Bourdain e uma das vítimas de Harvey Weinstein, pagou 330 mil euros a Jimmy Bennett para calar uma acusação de abuso sexual que ela própria terá cometido quando o ator era menor de idade

A atriz e realizadora italiana foi uma das 13 mulheres apontadas como vítimas do produtor Harvey Weinstein no famoso artigo publicado em outubro de 2017 na revista New Yorker, que fez rebentar o escândalo dos abusos sexuais em Hollywood e lançou o movimento #MeToo. Um mês depois, os advogados do ator e músico Jimmy Bennett, hoje com 22 anos, entregaram a Asia Argento um pedido de compensação de 3,5 milhões de dólares (€3,06 milhões) por danos emocionais e abusos, que terão sido infligidos pela atriz ao jovem em 2013, quando ele era menor e ela tinha 37 anos. O valor foi calculado com base nos 2,7 milhões de dólares (€2,36 milhões) que ganhou nos cinco anos que precederam o episódio; depois disso, Bennett passou a auferir cerca de €50 mil por ano - uma queda que os seus advogados atribuem ao trauma provocado por Asia Argento (que era namorada de Anthony Bourdain, quando este morreu).

Com oito anos, Johny Bennet interpretou o filho da personagem de Asia Argento, no filme The Heart Is Deceitful Above All Things)

Com oito anos, Johny Bennet interpretou o filho da personagem de Asia Argento, no filme The Heart Is Deceitful Above All Things)

A história foi publicada no New York Times, que recebeu um email anónimo com todos os documentos e uma selfie com os dois atores na cama, datada de maio de 2013, dois meses depois de Jimmy Bennett fazer 17 anos. Segundo o jornal americano, o jovem (que, aos oito anos, interpretou o filho da personagem de Asia Argento, no filme The Heart Is Deceitful Above All Things) acabou por receber apenas 380 mil dólares (€330 mil).

Nos documentos enviados pelos advogados de Jimmy Bennett à atriz, o caso Weinstein é especificamente mencionado. "Os seus [de Bennett] sentimentos sobre esse dia vieram à tona recentemente quando a senhora Argento chamou a atenção para ela própria como uma das muitas vítimas de Harvey Weinstein."